segunda-feira, 7 de junho de 2010

Vos apresento...


Pimenta Vulcão


Especie: Capsicum annuum
Origem: Itália

Planta de porte baixo, folhas verde-escuras, lisas e lanceoladas. Apresenta hastes múltiplas com nós muito próximos, formando tufos de folhas e frutos que compõem um arranjo muito bonito. Seu nome vem da grande profusão de frutos vermelhos, eretos, formando um verdadeiro vulcão de pimentas.

Flores únicas por nó, mas como os nós são muito próximos, podem aparentar aos desavisados que são múltiplas. Apresentam pedicelo inclinado com corola branco-leitosa sem manchas na base dos lóbulos.

Frutos muito picantes, em posição ereta, com formato cilíndrico curto, contendo uma média de 35 sementes de cor creme que germinam entre 8 e 14 dias. Sua coloração vai do verde (imaturo) ao vermelho (maduro), com a superfície lisa brilhante. Embora possua um ótimo sabor, é mais usada como planta ornamental, pois além de ser muito bela, o seu porte pequeno e grande resistência a tornam ideal para vasos decorativos.


Pimenta Arriba Saia

Espécie: Capsicum Chinense.
Origem Brasil.

No Brasil é conhecida por Arriba Saia – pela razão mais óbvia, claro: como ela é muito ardida, as moças abanavam a boca com a saia para aliviar o ardor ou, como dizem no Nordeste… o queimor. Essa pimenta é natural dos Estados Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

A planta é vigorosa, com hastes verdes que apresentam antocianina nodal. Gosta de clima quente e úmido, com solo fértil, profundo e bem drenado. As flores surgem em numero de 2 a 3 por nodo, com pedicelo inclinado na antese, anteras azul-violeta e corola branco esverdeada. Os frutos assumem posição pendente e apresentam constrição anular na junção cálice/pedicelo. Muito pungentes, possuem formato campanulado irregular, nas cores verde (imaturo) e amarelo alaranjado (maduro), com uma média de 50 sementes de cor creme. Mas é claro que a campeã é a vermelha.


Pimenta Dedo de Moça

Espécie: Capsicum baccatum.
Origem: Brasil.

E uma das pimentas mais conhecidas e consumidas no Brasil. Folhas verde-escuras, flores únicas por nó, de cor branca, manchas amarelas na base dos lóbulos e anteras marrons. Frutos alongados, terminando em uma extremidade afilada. Cada fruto contem em media 75 sementes de cor palha. Cálice do fruto maduro sem constrição anular na junção com o pedicelo, mas apresentando um leve enrugamento. Casca fina, lisa e brilhante, de coloração verde clara (imaturo) passando por tonalidades alaranjadas, amarelas ate atingir o vermelho (maduro).

Pugência picante baixo e aroma baixo. Mais suave que a malagueta e ligeiramente mais picante que a jalapeño, é uma pimenta saborosa que pode ser encontrada líquida, fresca, em conserva ou desidratada na forma de flocos com sementes, recebendo no nome de pimenta calabresa.

O ardor é produzido pela capsaicina, substância usada em medicamentos contra o reumatismo, presente em especial nas membranas e sementes, mas também na polpa. É a capsaicina que sensibiliza as glândulas salivares e estimula o apetite. A dedo-de- moça também pode ser comprada seca e esmigalhada, quando recebe o nome de calabresa, ou em misturas em pó, chamadas caiena.

Fresca, possui muito sabor e perfume. Indispensável nos pratos tailandeses e baianos e requer cuidado no uso.


Pimenta Jalapeño

Espécie: Capsicum annuum.
Origem: México

Esta é sem duvidas a pimenta mais consumida no México, seu país de origem. A planta cresce a uma altura de 100cm, com haste robusta, muitas vezes múltipla. As flores, de cor branca e anteras cinza, são em número de uma por nó. Gosta de clima seco com solo rico em matéria orgânica e bem drenado. Os frutos são cônicos e pendentes, apresenta frutos cônicos de cores verde-escuro (imaturo) e vermelho-tijolo (maduro), possuindo estrias brancas desenhadas na casca, o que os torna inconfundíveis. Cada planta produz entre 25 e 35 frutos por estação. Prestam-se ao preparo de diversos pratos e é utilizada em vários molhos para tacos e burritos. Quando seca e defumada, é conhecida como Chipotle.

É consumida fresca, processada na forma de molho líquido, conservas, desidratada ou em pó. Por ter a polpa espessa, o método mais indicado para desidratá-la é através da defumação. É a pimenta Mexicana mais popular em toda a América do Norte. Sua generosa polpa garante-lhe o lugar de melhor pimenta para elaboração de molhos.

O mais comum é que seja consumida ainda verde.

Pequena pimenta de sabor picante e coloração verde ou vermelha quando madura. Esta pimenta é muito popular não só pelo seu sabor, mas também pela facilidade com que suas sementes são removidas.

Curiosidades: Seu nome deriva da cidade de Jalapa, capital do estado mexicano de Vera Cruz.


Pimenta Peter Pepper

Espécie: Capsicum annuum.
Origem: U.S.A. (Louisiana e Texas)

Também chamada de Pênis Pepper, é uma das variedades mais incomuns do mundo devido ao seu formato lembrar o órgão sexual masculino. Embora seja uma pimenta de excelente sabor, é mais cultivada como ornamental, chegando a provocar gargalhadas ao observador desavisado.

A planta é de porte médio, com hastes múltiplas e folhas verde escuras lanceoladas. Gosta de sol pleno, mas prefere áreas abrigadas de ventos por possuir hastes delicadas. O solo deve ser fértil, mas bem drenado, devendo ser recoberto por uma camada de palha, com a finalidade de manter a umidade. Flores únicas por nó, pendentes na antese, de corola branco-leitosa sem manchas na base dos lóbulos e anteras coloração cinza.

Frutos em posição pendente, protegido e camuflado pela sua própria folha, atrás da qual se esconde. Seu formato é bastante enrugado e retorcido, terminando em uma cabeça arredondada com uma depressão na extremidade que lembra um furo. Sua coloração vai do verde (imaturo), passando pelo marrom, até atingir o vermelho vivo que caracteriza o fruto maduro. Contêm uma média de 50 sementes de cor creme. Uso: Principalmente como ornamental, mas pode ser usado fresco em conservas, e seco moído. Pode ser cultivada em vasos.


Pimenta Chili

Espécie: Capsicum annuum
Origem: México.

Seu nome deriva de sua região de origem, as serras montanhosas dos estados mexicanos de Pueblo, Hidalgo e México. Serrano é o nome mais conhecido, mas em algumas localidades, também é conhecido como Chile Verde. É uma planta de caule múltiplo, que atinge uma altura de 90 cm. Flores: De corolas brancas, em número de uma por nó, quase sempre viradas para baixo. Os frutos de cor verde (imaturo) e vermelho (maduro) possuem o formato cilíndrico com a extremidade arredondada, mas que em alguns casos, terminam em uma ponta mais afilada. Possuem a polpa macia e suculenta. A pele é sempre lisa e brilhante, nunca fosca e enrugada. A preferência de consumo é por frutos verdes. Pode ser consumido cru, assado, cozido ou frito. É uma pimenta extremamente picante, quando cru, utilizada no preparo de pratos mexicanos e italianos. É picado e misturado a outros ingredientes no preparo de diferentes pratos, como a salsa mexicana, guacamole.

Curiosidades: A variedade mais comum é a vermelha, mas existem variedades que ficam amarelas, alaranjadas ou marrons quando maduras.

Originária do Mexico é também conhecida como pimenta-verde, pois geralmente é consumida antes de seus frutos atingirem a maturidade. Sua cor varia do verde-claro ao verde-escuro, mas, depois de maduros, os frutos tornam-se vermelhos, marrons, alaranjados ou amarelos.

Tem uma linda aparência. Quando madura, o fruto parece que está encerado devido a intensa cor brilhante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Morena Malagueta agradece seu contato.

Seguir Morena Malagueta

Total de visualizações de página